O sistema de drenagem da piscina é responsável por manter a água limpa e segura. Assim, é essencial saber como montá-lo e entender os equipamentos que o compõem.

Para deixar sempre limpa a água de piscinas em academias, clubes, hotéis e até mesmo na sua casa, são necessários alguns cuidados. Drenar toda a água é um deles.

O intuito dessa manutenção é retirar sujeiras e impurezas que uma limpeza superficial, por exemplo, não consegue.

Nesse conteúdo, você vai descobrir como montar um sistema de drenagem da piscina, e outros aspectos técnicos importantes para garantir água cristalina e ideal para o banho.

Leia também: como fazer o sistema correto para drenar a piscina

Funcionamento da piscina

Inicialmente, é preciso entender como funciona, de maneira geral, uma piscina.

Tudo começa pelo tipo de material do reservatório (vinil, fibra, alvenaria, etc.), pois cada um deles necessita de cuidados específicos.

Outro ponto são as dimensões da piscina. Dependendo do tamanho, a escolha de equipamentos como bomba e aquecedor, por exemplo, vai variar. Esse fator influencia, inclusive, qual tubulação deve ser instalada.

Com tudo instalado, a preocupação agora é com a água armazenada. Além de processos de cloração, também é preciso acompanhar a alcalinidade do ambiente. Esses são procedimentos que devem ser feitos constantemente, principalmente em locais frequentados por muitas pessoas.

Por fim, há o descarte da água. É comum que tudo siga a rede pública de esgoto. Porém, estabelecimentos como condomínios e clubes reutilizam a água da piscina para outros serviços, como irrigação do jardim.

Nesse último processo, o sistema de drenagem da piscina é fundamental, pois facilitará o bombeamento de toda a água do tanque até o destino final.

Aprenda mais: manutenção de piscina – o que você não deve fazer na sua

Como funciona o sistema de drenagem de uma piscina?

Drenar a água da piscina garante que aquela sujeira acumulada no fundo, seja retirada. Normalmente, esse processo é realizado após a aspiração e filtragem (etapas que limpam parcialmente o reservatório).

Na prática, o funcionamento do sistema de drenagem da piscina consiste em:

  1. Posicionar o seletor do filtro na opção “drenagem”;
  2. Acionar a motobomba;
  3. Fechar a válvula retenção conectada a tubulação de retorno;
  4. Abrir a válvula de retenção conectada à tubulação de descarte da água.

Esse processo é realizado para limpar as sujeiras que se impregnam nas paredes do reservatório. Desse modo, se faz necessário retirar toda água do local.

Sistema de drenagem para piscina esportiva

Montagem do sistema de drenagem da piscina

O processo de drenagem de uma piscina depende de uma estrutura adequada, e dos equipamentos certos.

Confira peças e máquinas que devem compor esse sistema:

1 – Motobomba

A bomba para piscina é um equipamento fundamental para o funcionamento da mesma, bem como para drenar toda a água do local. Além disso, é responsável pela recirculação do líquido no tanque.

2 – Filtro

O filtro de piscina tem seletor com diferentes estágios: filtrar, aspirar, retrolavar e drenar. Na posição de drenagem, esse equipamento recebe a água bombeada pela motobomba, barra as partículas de sujeira, e por fim devolve o líquido para o reservatório ou esgoto.

Vale dizer que o filtro para piscina é uma barreira física, não química, por isso é importante realizar a etapa de cloração.

Leia também: como calcular o tamanho do filtro para piscina: veja o passo a passo 

3 – Drenos

Essas peças ficam no fundo e nas paredes da piscina. São por eles que a água escoa para o processo de filtragem ou drenagem.

4 – Escumadeira/Skimmer

Responsável por barrar sujeiras como folhas e outras partículas maiores que se acumulam na superfície da piscina. A escumadeira é essencial para que tais resíduos não sigam pelo tubo e prejudiquem o funcionamento da motobomba.

5 – Tubos

A tubulação é outra parte importante do sistema de drenagem . O diâmetro dos tubos deve ser igual ao da conexão dos drenos e outros bocais. Essa mesma regra se aplica aos tubos que se conectam à motobomba e ao filtro.

6 – Bocal de retorno

É instalado nas paredes da piscina e serve para devolver água ao reservatório.

7 – Válvulas de retenção

Elas se espalham pelo sistema e servem para definir se a água drenada retorna ou não para o tanque. Também se instalam na tubulação conectada ao bomba e filtro para piscina.

Outras considerações sobre o sistema de drenagem

Algumas dúvidas são frequentes em relação a esse formato de sistema. A maioria se relaciona aos tipos de drenos de fundo e como posicioná-los nas piscinas.

É preciso dizer que existem drenos para piscina de fibra, de alvenaria e de vinil, bem como pontos adequados para instalá-los.

Veja também: ​​Esquema de instalação hidráulica da piscina: como fazer da maneira correta

Os principais tipos de drenos de fundo são:

  • Dreno com tampa anti-turbilhão
  • Dreno com tampa grade
  • Dreno com tampa

O local certo para instalar drenos de fundo é na parte mais profunda da piscina, de forma centralizada. Em reservatórios grandes, você precisa instalar mais de um.

Dependendo do esquema projetado para o sistema de drenagem da piscina, os drenos podem ficar conectados à tubulação do skimmer, o que garante barrar mais sujeiras antes de seguir para filtragem.

No caso de conectar os drenos diretamente à sucção da bomba (que não é recomendado) o skimmer terá que continuar aberto, sobretudo em processos de aspiração da água.

Por fim, o sistema de drenagem da piscina precisa de equipamentos e conexões de qualidade. A ideia é que você não precise quebrar a alvenaria ou danificar a piscina para substituir a tubulação.

Precisa cuidar da sua piscina? A Mérito Comercial oferece equipamentos de qualidade para manter a sua piscina com a água sempre limpa e cristalina.

Autor

  • Pós-graduada em administração pela Universidade Unisa, atua no ramo de vendas de bombas hidráulicas há 27 anos, com experiência em diversos setores, de auxiliar administrativo a gerência. Com grande conhecimento em vendas técnicas e dimensionamento, participou de projetos em grandes obras do país. Há 11 anos está à frente da Mérito Comercial, a maior distribuidora de bombas hidráulicas do Brasil.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.