Veja como realizar a limpeza da sua piscina com economia

A drenagem da piscina é um serviço que eventualmente você precisará fazer, caso tenha esse equipamento de lazer em casa, ou em espaços como academias e clubes. Veja como é possível montar um sistema para realizar esse processo.
Consertos em piscinas não são frequentes, mas podem ser necessários. Ao realizar esse tipo de manutenção, aprender como drenar a água da piscina é fundamental.
Entretanto, além de conhecer os passos desse serviço, é necessário contar com ferramentas e equipamentos adequados, para tornar tudo mais ágil e econômico.
Leia também: Quanto custa para fazer uma piscina?

O que é drenar UMA piscina?

É etapa complementar no processo de limpeza, se antecede pela aspiração e filtragem. A drenagem de piscina também ocorre em casos que não é necessário retirar toda a água. Efetua-se com ajuda de bomba de água, drenos e/ou mangueiras.
Porém, conforme já mencionado, drenar a água da piscina é preciso para realizar reparos ou consertos na parte interna do reservatório.
E neste caso, não importa o tipo de material (fibra, concreto, etc.), a drenagem de piscina sempre será o meio correto para sugar a água.
Em relação aos outros dos processos (aspirar e filtrar) se entendem da seguinte forma:

A – Aspiração

É uma ação voltada para retirar sujeiras que se acumulam no fundo da piscina. Para realizar esse serviço é necessário um carrinho de aspiração, por exemplo, que se conecta a uma mangueira flutuante e a um cabo telescópico.

B – Filtragem

Já a função filtrar piscina é uma etapa que visa eliminar todas as sujeiras insolúveis, ou seja aquelas que não se dissolvem na água (folhas, detritos de maior diâmetro, etc.).
De forma prática, a aspiração e filtragem não servem para esvaziar a piscina, isso é função da drenagem.
É comum que esses 3 procedimentos sejam realizados juntos, sobretudo em reservatórios frequentados por muitas pessoas, acumulando muitas impurezas.
Aprenda como calcular o filtro da piscina!

Como fazer a drenagem de uma piscina?

Bem, se no reservatório existem drenos de fundo, a limpeza pode ser feita por esta peça. E para que serve o dreno da piscina? Além de arrastar toda sujeira depositada na parte mais profunda do reservatório, faz a movimentação da água, essencial para o processo de oxigenação.
Nesse formato, se você não tiver um sistema de aproveitamento d’água, todo o líquido é jorrado no esgoto, por exemplo.
A outra maneira de fazer a drenagem de uma piscina é usando uma moto bomba para piscina e mangueiras, que possibilita aproveitar a água em outras atividades do lugar.
Para a segunda opção, que é como esvaziar piscina com mangueira, as etapas a cumprir são as seguintes:

  • Tenha uma bomba submersível. Esse tipo de equipamento tem capacidade de sugar a água, bem como pequenas partículas de poeira e outros detritos.
  • Use uma mangueira de borracha, com diâmetro adequado para o bocal de saída da motobomba. O ideal é que esta tenha o comprimento necessário para chegar ao ponto de descarte.
  • Desligue a parte elétrica conectada à piscina.
  • Conecte a mangueira, e faça a imersão da bomba (de acordo com as suas indicações técnicas).
  • Depois que ligar a bomba, é importante observar por alguns minutos se o transporte da água ocorrer sem interrupções.

Caso não seja possível retirar toda a água, será necessário fazer manualmente, usando um balde.
Durante a drenagem da piscina é um momento interessante para fazer uma lavagem nas paredes do reservatório. Em estruturas com azulejos, por exemplo, é possível jatear água para eliminar sujeiras entre os filetes que separam as pedras. 
Saiba mais: Como funciona a automação de piscinas!

Passo a passo para montar o sistema de drenagem da piscina?

Um eficiente sistema para drenar água de piscina, está ligado aos processos de aspiração e filtragem. Assim, é importante montar uma casa de máquinas, onde ficarão o filtro, bomba e aquecedor.
Esses equipamentos de conectaram (via tubulação) aos drenos, escumadeiras e retorno. Desse modo, esse sistema é composto de:

  1. Drenos – são instalados nas paredes e fundo da piscina, e sugam a sujeira que não foi retirada na aspiração e filtragem.
  2. Escumadeira/Skimmer – servem para sugar os resíduos que ficam mais próximos à superfície.
  3. Tubulação – os tubos conectam a piscina à casa das máquinas e vice-versa.
  4. Motobomba – é um equipamento que faz todo sistema circular. Tanto bombear a água para o reservatório quando faz a drenagem.
  5. Filtro para piscina – é uma espécie de tanque com a função de barrar impurezas, e devolver uma água de qualidade à piscina.
  6. Retorno – é um bocal que devolve a água tratada para o reservatório.

Contudo, para fazer a função de drenagem, nesse sistema, é preciso ter atenção nos registros que controlam o vaivém da água.
Em piscinas completas, é possível aspirar e drenar, por exemplo, e neste caso a orientação para o registro será:

  • dreno de fundo (fechado)
  • bocal de aspiração (aberto)
  • boca da escumadeira (fechado)
  • cascata (fechado)
  • retorno (aberto)
  • esgoto (aberto)
  • filtro (posição Drenar)

A ideia, neste caso, é o que for drenado e filtrado, já pode voltar para piscina. Veja que é diferente de se drenar com mangueira, mas bem ágil.
Mas, seja qual for o tipo de drenagem de piscina que você escolher, a orientação é sempre usar equipamentos resistentes, e com funções específicas para cada etapa. Para conhecer alguns desses, visite o site da Mérito Comercial.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *