Síndico? Veja tudo sobre bombas de água para condomínio

Amigo síndico, você sabe que a bomba de água para condomínio é equipamento aliado de sua gestão. Mas, você conhece os cuidados para aproveitar o máximo das bombas de água que usa nas diferentes atividades? Leia até o final para ver nossas dicas!
Você sabe bem que para administrar um condomínio (vertical ou horizontal) precisa conciliar uma lista grande de tarefas. Atender as cobranças dos condôminos, gerir os funcionários e cuidar da manutenção predial são algumas dessas.
No conjunto de atribuições ligadas aos cuidados do prédio, você sabe que sem a ajuda de bombas de água, seu trabalho fica mais difícil.
Então, é preciso escolher bem os equipamentos que vai utilizar e quais cuidados são necessários para que a bomba de água para condomínio não quebre. Vejamos.

Principais modelos de bomba d’água para condomínio

Encher a piscina, levar água para o sistema de irrigação do jardim, compor o sistema de combate de incêndios, drenar as águas pluviais…
São tarefas que você deve estar familiarizado. Em todas essas, é preciso usar um modelo de bomba de água.
Confira os modelos que você pode usar na gestão do seu condomínio:

  • Bomba de água submersa – se usa água de poço artesiano para abastecer as caixas d’água do lugar, esse tipo de equipamento é o mais indicado. A bomba caneta (como também é conhecida) é a mais eficiente para transportar água de poço para outros reservatórios.
  • Bomba para piscina – se no seu condomínio tem piscina, o melhor é usar esse tipo de bomba. Seu diferencial é a capacidade de fazer a água circular e manter a piscina sempre limpa.
  • Bomba submersível – eficaz em condomínios que tem garagens subterrâneas, e sempre alagam durante os dias de chuva. Essa bomba de água para condomínio suga líquidos e drena pequenas partículas.
  • Bomba periférica – ótima opção para vencer alturas. Se precisa levar água de uma cisterna para caixa d’água a bomba periférica é a ideal.
  • Bomba de incêndio – modelo correto para instalar no sistema de combate a incêndios. Ela bombeara água para mangueiras que apagam as chamas.

Se você sofre com a pressão da água no seu condomínio, é necessário contar com a bomba pressurizadora ou pressurizador.
Dependendo da sua demanda é possível associar esse equipamento com tanques de expansão. Em casos assim, é sempre bom consultar um especialista para avaliar a instalação.

Confira em nossa loja a linha completa de: bombas Schneider

A importância da manutenção da bomba de água para condomínio

Você certamente não quer ouvir a reclamação “meu apartamento está sem água nas torneiras”. Esse é um problema que nenhum bom síndico quer enfrentar, porém, se relaxar nos cuidados com a bomba de água, isso pode acontecer.
Então, é preciso criar um cronograma de manutenção periódica para bombas utilizadas em seu condomínio. Seguindo a lista de equipamentos listados acima, sua programação pode ser a seguinte:

  • Prazo para bomba submersa – esse tipo de equipamento fica submerso pela água do poço, e normalmente numa espécie de tubo. Ele já é projetado para aguentar essa exposição, por isto, sua manutenção pode acontecer a cada 2 anos.
  • Prazo para bomba de piscina – a verificação do filtro para piscina precisa ser feita semanalmente, e se aproveita para observar a situação da bomba. É certo que também a cada 2 anos você precisará trocar peças, tais como rolamento.
  • Prazo para bomba submersível – todo mês é necessário avaliar como estar sua bomba submersível. Alguns detritos podem se acumular na engrenagem desse equipamento, e para não danificar, deve-se limpar.
  • Prazo para bomba periférica – aqui a manutenção preventiva deve ser semestralmente, ao menos.
  • Prazo para bomba de incêndio – essas bombas não são muito usadas, e por isto é importante sempre deixá-las pronta. Sua manutenção também pode ser a cada 6 meses.

Para todos esses modelos é essencial que tenha uma bomba reserva. Você não terá que suspender o uso da piscina, por exemplo, todas as vezes que fizer a manutenção desse tipo de bomba de água para condomínio. E ainda pode programar rodízios, o que aumentará a vida útil das bombas.
Outro fator que vai fazer você se convencer de fazer manutenções preventivas em suas bombas é a redução nos custos de consumo elétrico. Bombas de água funcionando plenamente consomem menos energia!

Quem pode fazer a manutenção de bombas de água?

Preferivelmente profissionais qualificados. Você tem a opção de contratar uma empresa de facilities que tenham um especialista nesse tipo de serviço.
Assim, contará com um trabalhador pronto para realizar a manutenção de suas bombas de água para condomínio (nesse caso só contrata a mão-de-obra, assumirá os custos das peças que serão trocadas).
Por outro lado, você também terá a possibilidade de fechar com assistências técnicas especializadas na manutenção de bombas de água.
A vantagem desse formato é que não se preocupará em comprar peças de reposição, e pode firmar valores fixos para determinados serviços.
Porém, seja qual for a modalidade que definir para fazer a manutenção das bombas de água do condomínio que gere, é condicional conhecer tudo sobre seu fornecedor. Observe:

  • Portfólio da empresa (o que dizem os outros clientes);
  • A sede do fornecedor; é importante para saber se seus equipamentos estarão seguros, por exemplo;
  • Se a empresa respeita todas as normas de segurança durante a execução dos serviços.

Lembre-se que quem fornece esse tipo de serviço precisa estar disposto a firmar tudo em contrato. Você não quer levar sustos se por algum eventual problema a empresa não realize as manutenções programadas.
Seguindo esses cuidados, pode ter certeza que a bomba de água para condomínio não atrapalhará a sua gestão. Funcionará sempre da melhor maneira!
E se você procura alguns dos modelos de bombas que apresentamos acima, é só visitar o site da Mérito Comercial. Você terá acesso as novidades desse segmento, peças e acessórios das principais fabricantes. Entre em contato!

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *