A potência do motor da piscina tem influência direta na utilização deste tipo de tanque e no consumo de energia do local. Por isso, para escolher bem esse equipamento é preciso saber o tamanho do reservatório e a capacidade de volume de água do mesmo.

No projeto de piscinas muitos detalhes são considerados, do formato ao tipo de material do reservatório. No entanto, depois de construídas outros fatores não podem ser esquecidos, e o modelo da bomba para piscina está entre eles.

A motobomba não servirá apenas para encher a piscina. O equipamento também é importante na manutenção do tanque. E a potência do motor da piscina é um aspecto técnico fundamental em todas as operações do reservatório.

Importância da potência do motor da piscina

A importância de saber a potência do motor para piscina se dá devido aos seguintes pontos:

  • Será responsável pela vazão da bomba. Quanto maior é a potência, mais metros cúbicos por hora o equipamento consegue liberar.
  • Determina a capacidade do filtro. Na prática bombas com mais CV (Cavalos) precisam de filtros que conseguem filtrar mais litros d’água num menor tempo.
  • O tipo de tubulação também é indicado pela força da motobomba, sobretudo na entrada de sucção.
  • O consumo de energia elétrica é vinculado à potência do equipamento. Desse modo, optando por uma bomba de piscina eficiente, o custo com a conta de energia será menor.

Calculando a potência da bomba de piscina

No mercado você encontra motobombas para piscinas com diferentes potências. Por isso é necessário calcular a potência do motor necessária para a sua piscina.

Para residências as potências mais comuns ficam entre 1,0 a 2,0 CV. Já as piscinas comerciais variam de 2,0 a 3,0 CV.

O parâmetro que define qual é a bomba ideal para você será o volume do tanque, ou seja, quantos metros cúbicos de água cabem em sua piscina. Para isso é preciso conhecer:

  • Formato da piscina – quadrada, retangular, redonda e oval… existe uma bomba adequada para cada um desses formatos;
  • Medidas da piscina – largura, comprimento e profundidade.

Tendo esses dados em mãos você calcula o volume, e em seguida conhece qual a bomba certa para sua piscina.

Existe uma maneira bem fácil de descobrir o volume de sua piscina, basta clicar aqui e seguir para nossa calculadora.

Agora você já pode escolher o motor ideal para a sua piscina.

Potência do motor de piscina de acordo com o volume

Então, quando você descobre a litragem do reservatório, rapidamente define qual a motobomba é adequada.

Considerando dimensões médias de piscinas e os modelos disponibilizados pelos diferentes fabricantes, as recomendações são as seguintes:

  • Até 40.000 l – potência 1/3 Cv
  • Até 56.000 l – potência 1/3 Cv
  • Até 69.600 l – potência 1/2 Cv
  • Até 83.200 l – potência 3/4 Cv
  • Até 87.200 l – potência 1 Cv
  • Até 164.000 l – potência 2 Cv
  • Até 188.000 l – potência 1.1/2 Cv
  • Até 220.800 l – potência 2 Cv
  • Até 226.000 l – potência 2 Cv

Além da potência existem outros critérios que devem ser analisados antes de escolher o motor da sua piscina.

Piscina grande residencial: como calcular a potência do motor

Veja também: Qual o melhor motor para piscina

Principais marcas de motores para piscina

Já sobre as principais marcas de motores para piscina o destaque fica para:

  1. Sodramar – produz bombas para piscinas residenciais e comerciais, e boa parte dos seus modelos são bivolts.
  2. Syllent – seus equipamentos se destacam pela funcionalidade, pois servem para bombear água, bem como realizar drenagem e aspiração da água.
  3. Jacuzzi – é especialista em motobomba de piscina e filtro para reservatórios de diferentes dimensões.
  4. Bombas Schneider – desenvolve bombas com pré-filtro e potências que variam de 1/5 a 3/4 Cv.
  5. Dancor – fabrica bombas com pré-filtro para reservatórios pequenos e de grandes medidas.

Essas fabricantes oferecem muitos modelos de motores para piscinas. 

Outros critérios para escolher o motor de piscina ideal

Os watts ou cavalos da motobomba para piscina fazem diferença na escolha deste equipamento. Porém, existem outros critérios técnicos que você deve analisar antes de comprar este produto, são eles:

  • Grau de Proteção IP – o Indicativo do Grau de Proteção é responsável por indicar a durabilidade das motobombas em geral. É a referência que informa o quanto o equipamento é protegido do contato com a água, por exemplo. 
  • Corpo da bomba – a carcaça que protege as engrenagens da motobomba também é fator importante. Atualmente, as melhores marcas combinam polímeros com metais, o que contribui para o aumento da vida útil da bomba. 
  • Vazão – verificar o volume de água que o motor para piscina pode bombear é outro ponto.
  • Pressão – se você optar por uma motobomba que não tenha pressão de sucção adequada para o tamanho da sua piscina, por exemplo, ela vai operar acima do limite; ruídos e trepidações serão indicadores desse problema.
  • Selo de Eficiência – escolha um equipamento com validação do Procel e Inmetro, pois garante um consumo adequado de energia e maior segurança.

Outro fator relevante tem a ver com a instalação. Você deve antes de fechar a compra do equipamento, analisar quais acessórios serão necessários para firmar a bomba na casa de máquinas.

Você também deve verificar se o motor para piscina é compatível com filtros para piscina e aquecedores, sobretudo no quesito instalação elétrica. Vale muito a pena instalar uma caixa de comando para separar os disjuntores. Agora que você já sabe como calcular a potência do motor para a sua piscina, acesse o site da Mérito Comercial e escolha a melhor bomba para o seu tanque.

Autor

  • Pós-graduada em administração pela Universidade Unisa, atua no ramo de vendas de bombas hidráulicas há 27 anos, com experiência em diversos setores, de auxiliar administrativo a gerência. Com grande conhecimento em vendas técnicas e dimensionamento, participou de projetos em grandes obras do país. Há 11 anos está à frente da Mérito Comercial, a maior distribuidora de bombas hidráulicas do Brasil.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.