Veja como encontrar o  melhor motor para piscina

O motor para piscina é equipamento essencial para encher, drenar e manter a qualidade da água dentro do esperado. Mas, como definir o melhor modelo para sua necessidade? É o que aprenderá hoje, confira.
No projeto de piscinas o primeiro ponto a ser observado é o tipo de material, ou seja, se serão de concreto, fibra, vinil, etc.
Contudo, outros fatores são fundamentais para que os mergulhos ocorram sem a preocupação de sujeiras na água, por exemplo.
Um deles é a escolha do melhor motor ou moto bomba para piscina. Entenda o que é necessário para não errar na hora de comprar esse equipamento.
Leia também: Equipamentos e acessórios indispensáveis para piscina!
O que é o motor para piscina?
Também chamado de motobomba ou bomba de piscina é um equipamento responsável por abastecer, drenar e recircular a água para o processo de filtragem, e posteriormente, retornar ao reservatório.
Assim como uma bomba comum, o motor para piscina se conecta a uma rede elétrica e a uma tubulação.
Numa pequena casa de máquinas, a motobomba opera junto a um filtro isolado, mas é comum encontrar formatos com pré-filtros acoplados, por exemplo.
No mercado estão disponíveis diferentes modelos desses equipamentos, entretanto, o que define quais os formatos certos para sua piscina são informações como Volume e Recirculação.
Como escolher a melhor bomba de piscina?
Conforme adiantado, dois parâmetros são essenciais na escolha do motor para piscina:
1 – Volume da Piscina
Dependendo do tamanho do reservatório, a motobomba precisa ter uma boa performance para enchê-lo sem maiores dificuldades.
Desse modo, calcular o volume da piscina é o ponto de partida para escolher tal equipamento. E como normalmente piscinas são retangulares, o cálculo é

  • Comprimento x Largura x Altura

O resultado é expresso em metros cúbicos (m³).
Mas, se a piscina for circular, a fórmula ganha um pouco mais de complexidade

  • V (volume) = ℼ (3,14) x r² x h, onde R é o raio e H a altura. 

2 – Recirculação da água
Esse dado é relevante, pois cada filtro de piscina tem capacidade de filtragem determinada por seu fabricante. Desse modo, a taxa de recirculação precisa ser de acordo com o que o filtro suporta.
Isso quer dizer que o equipamento consegue filtrar uma quantidade de água por um período de tempo. A referência mais comum para avaliar quantas horas são necessárias para esse processo é entre 6 a 12 horas.
Conhecidas essas razões, a etapa seguinte é retomar os cálculos, e descobrir a taxa de vazão que a motobomba deve atender para efetuar a recirculação da água.
A conta agora é a seguinte:

  • V/T, onde V = volume da piscina, T = tempo de recirculação

Num exemplo simples, se uma piscina tem 80 m³ de volume, e são gastos 7 horas para filtrar e recircular a água, temos:

  • 80/7 = 11,42 m³/h

Esse resultado indica qual a vazão do filtro, que por sua vez determina qual o motor de piscina mais adequado para trabalhar em conjunto.
Aprenda mais: Como funciona a automação de piscinas! 

Características do melhor motor para piscina

Conhecida a parte técnica para definir a motobomba de sua piscina, vale descobrir outros critérios que agregam mais qualidade a este tipo de produto, são eles:

  • Emissão de Ruídos – piscinas são áreas para lazer e relaxamento, então, usar uma bomba barulhenta não é adequado. Procure um equipamento que emita o mínimo de ruídos, ou que usem tecnologias que tornam a operação mais silenciosa.
  • Resistência – observe desde a carenagem até o material dos parafusos. Como o motor fica exposto a umidade, é necessário que seja produzido em matéria-prima que não oxida rapidamente.
  • Manutenção – esse é um equipamento que precisa ser revisado periodicamente. Por isso, verifique a questão da assistência técnica em sua cidade, e a oferta das peças de reposição, por exemplo.
  • Capacidade – potência e pressão máxima de sucção são detalhes técnicos importantes para considerar na escolha de seu motor para piscina.
  • Garantia – optar por um equipamento que ofereça um bom tempo de garantia, é diferencial para se levar em conta.

Já em relação ao filtro para piscina, também existem alguns aspectos que você precisa considerar, tais como:

  • Diferentes funções – além de filtrar e pré-filtrar, o equipamento deve ser capaz de operar em processos de drenagem, recirculação e retrolavagem.
  • Fácil de usar – o filtro deve ter um manuseio simples, com ajuda de válvula seletora, por exemplo, você consegue posicioná-lo para realizar as funções mencionadas acima.

Análise também se para abastecer o tanque de areia terá dificuldades. Essa substituição é frequente, e quanto mais praticidade, melhor.

  • Matéria-prima – confira se o filtro é fabricado a partir de materiais resistentes, pois assim como o motor para piscina, estará exposto a umidade.
  • Tratamento Químico – tratar a água com cloro é tarefa constante, e esse equipamento deve suportar a circulação deste e outros produtos químicos.

São esses os aspectos que contribuem para você escolher o melhor motor para piscina.

Share:

2 Comments

  • daftar judi slot via dana, 24/09/2021 @ 02:50 Reply

    You are so interesting! I do not suppose I’ve read through
    something like that before. So nice to discover another person with a few genuine thoughts on this subject matter.
    Really.. thanks for starting this up. This web site is something that’s needed on the web, someone with some originality!

    • Mérito Comercial - Comercial, 28/09/2021 @ 14:12 Reply

      Good afternoon!

      Thank you for your feedback! We really appreciate that.

      Best regards, Merito Comercial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *