Usar um aquecimento solar de piscina pode garantir mergulhos agradáveis o ano inteiro. Mas, é preciso conhecer os principais aspectos desse tipo de sistema para saber como escolher o melhor para o seu tanque.

A energia solar é uma das fontes renováveis mais utilizadas atualmente. Além de não poluir o meio ambiente, proporciona economia na conta de luz.

Seguindo essa tendência os fabricantes de aquecedores de piscinas disponibilizam no mercado equipamentos eficientes, que mantêm a temperatura da piscina agradável mesmo no inverno.

Entenda como funciona o aquecimento solar de piscina e como ele trabalha em conjunto com a bomba solar para maior economia no seu dia a dia.

O que é e como funciona o aquecimento solar de piscina?

O aquecedor solar é um equipamento composto, basicamente, de placas coletoras e de um reservatório térmico. Sua principal função é captar a luz do sol, e por meio de um sistema de tubos, aquecer a água.

O calor captado pelos coletores é transferido pela tubulação especial até o reservatório. A água é aquecida e fica armazenada. Quando a motobomba é acionada, a piscina recebe o líquido na temperatura definida.

Dentro desse esquema a bomba para piscina tem grande importância. Ela faz a circulação do líquido de acordo com a capacidade do sistema de aquecimento. Assim como o filtro para piscina, responsável pela limpeza e manutenção do tanque.

A bomba solar também é um equipamento que funciona usando a energia solar, ampliando a economia de energia no sistema do tanque.

Portanto, combinando o aquecedor solar de piscina e a bomba solar  é possível aquecer a água sem gastar nenhum real de energia elétrica.

Kit de aquecimento solar

Você viu que o sistema de aquecimento solar de piscina tem alguns componentes básicos. É necessário conhecê-los (além de outros acessórios), pois influenciam diretamente no custo do investimento que você precisa fazer.

1 – Coletor Solar

Os coletores solares são os painéis ou placas que servem para absorver a radiação solar. Elas são produzidas a partir de um material especial, que consegue reter boa parte dos raios solares.

Em sua estrutura existem aletas (de cobre ou alumínio) que ajudam a enviar o calor retido pelos tubo de serpentina até o reservatório térmico.

Um ponto fundamental é saber quantos coletores são necessários, e qual o tamanho da área que eles vão ocupar. Adiante você aprenderá a fazer esse cálculo.

Coletores solares para piscina da marca Girassol
Aquecedor Solar para Piscina Girassol
2 – Reservatório Térmico

O reservatório térmico é um tipo de caixa d’água projetada para deixar o líquido quente. Dentro desse reservatório existem estruturas de polipropileno, inox ou cobre, que têm características isolantes.

Entretanto, é a capacidade do reservatório a referência que você deve ter atenção. É possível encontrar modelos que aquecem de 100 a 200 mil litros.

A definição pelo tamanho adequado vai depender do volume da piscina. Além disso, é preciso considerar outros aspectos técnicos, que são questionados ao comprar esse equipamento.

Conheça o volume de água da sua piscina!

3 – Motobomba

A bomba de água precisa ter boa potência para fazer circular a água do sistema de aquecimento de piscina. Na prática, quanto maior o número de coletores, mais potência a motobomba precisa ter.

4 – Válvula de controle

É um dispositivo que orienta o fluxo da água entre o sistema de aquecimento e a piscina. Existem modelos automáticos e manuais.

Como calcular placas de aquecimento solar para piscina?

Para fazer o cálculo das placas de aquecimento solar necessárias para aquecer a água da piscina existe uma fórmula denominada de Regra dos Três Quartos.

A premissa que surge dessa regra é a seguinte: a extensão do coletor solar deve corresponder a 75% da área da piscina. Mas, se a piscina vai ser aquecida durante todo o ano, o coletor deve ter uma superfície de 100%.

Existe outra orientação para dimensionar as placas coletoras. É a proporção de 1,2 m² para cada m² de piscina. Entenda melhor no exemplo abaixo:

  • Piscina de 30m²
  • Multiplica-se 30 x 1,2 = 36
  • É necessário usar 36 m² de coletores.

Além disso, no dimensionamento das placas coletoras, outros quesitos são importante, tais como:

  1. Posição do coletor – a placa deve ser posicionada na direção de maior incidência do sol. Aqui vale considerar as peculiaridades de cada região. E em alguns casos, instalar as placas no telhado, por exemplo, será a melhor escolha.
  2. Inclinação do coletor – também é outra referência que depende de sua posição geográfica. No entanto, é essencial para captar o máximo da radiação solar.

A recomendação é que uma empresa ou profissional com experiência atestada, faça a instalação do aquecimento solar de piscina. Desse modo, essas recomendações técnicas são atendidas e você aproveita todo o potencial do recurso.

Leia também: 7 dicas para escolher o melhor aquecedor de piscinas!

Como funciona a manutenção desse sistema?

O aquecimento solar de piscina não apresenta muitos problemas. Isso significa que o custo de manutenção é baixo. Na verdade, você só precisa fazer verificações periódicas para observar o estado dos coletores e das tubulações.

De maneira geral, pequenos vazamentos podem surgir, e a troca de alguns componentes resolvem o problema.

Por outro lado, é preciso ter atenção na base/espaço onde ficam as placas, bem como o lugar que instalará o reservatório térmico.

Se os coletores estiverem rodeados de árvores, por exemplo, a poda das copas vai ser atividade frequente, para evitar sombreamento. Da mesma forma, é preciso conferir corriqueiramente a situação da alvenaria, telhados, etc.

Os cuidados com o aquecimento contribuem para ter a piscina aquecida o ano inteiro.

Mulher nada em tanque com aquecimento solar de piscina

Dicas para ter piscina aquecida o ano todo

Manter piscinas com água aquecida durante o ano inteiro não é fácil. O custo é maior, e exige mais investimentos.

Contudo, algumas medidas permitem que você tenha a piscina com aquecimento funcionando seja inverno ou verão.

  • Você pode usar uma capa térmica para piscina. Esse acessório conserva o calor da água para os períodos noturnos, por exemplo.
  • É possível adotar um sistema auxiliar de aquecimento. Você pode ter um aquecedor solar e um elétrico, ou vice-versa. Dessa forma, se precisar parar um deles, o outro continua mantendo a temperatura da água agradável.
  • Utilize dispositivos como as bombas de calor, que podem ser ligadas naqueles períodos de menor incidência do sol.
  • Regularmente faça o controle dos níveis de cloro e pH. Isso possibilita que a água se aqueça no ritmo normal.

É assim que você vai aproveitar os benefícios de ter um aquecimento solar de piscina o ano todo. E no site da Mérito Comercial você encontra os principais modelos desse tipo de sistema. Acesse para conferir!

Autor

  • Pós-graduada em administração pela Universidade Unisa, atua no ramo de vendas de bombas hidráulicas há 27 anos, com experiência em diversos setores, de auxiliar administrativo a gerência. Com grande conhecimento em vendas técnicas e dimensionamento, participou de projetos em grandes obras do país. Há 11 anos está à frente da Mérito Comercial, a maior distribuidora de bombas hidráulicas do Brasil.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.