Para saber como escolher bombas para poço artesiano é preciso conhecer os diferentes modelos disponíveis no mercado e como funcionam.

Para suprir a falta de água ou limitações da rede de abastecimento, se recorre ao poço artesiano. Este é entendido como uma perfuração no solo, que visa encontrar o lençol freático. Normalmente é profundo, e existem poços com até 2 mil metros de fundura.

Há também o poço semiartesiano, que se caracteriza por ter menor profundidade, e no qual é preciso utilizar canos para que a água chegue à superfície.

Outras denominações como poço freático ou poço amazonas são cavados manualmente, e pouco profundos. Servem como fontes complementares e são mais comuns em áreas rurais.

Em todas as versões o uso de uma bomba submersa para poço é essencial. O equipamento serve para transportar a água dessas fontes até os reservatórios de armazenamento (cisternas, caixa d’água, etc.).

Mas, como escolher bombas para poço artesiano? Continue a leitura para descobrir.

Leia também: Tipos de poços e seus diferentes processos de instalação!

Tipos de bombas para poço artesiano

São 3 os tipos de motobombas usadas para retirar água de poços. Confira abaixo suas denominações e características.

1 – Bomba submersa (palito)

A bomba palito submersa é o modelo mais versátil, pois pode ser utilizada em qualquer tipo de poço artesiano. Destaca-se por sua alta vazão, e serve para poços de 3 polegadas acima.

Bomba submersa palito Ebara para poço artesiano
Bomba Submersa Ebara

Mesmo que seu poço, por exemplo, tenha diâmetro maior que o mencionado, para este tipo de bomba existe um dispositivo chamado de “camisa de sucção”. Sua função é fazer com que o motor trabalhe sem superaquecer, pois mantém a refrigeração nos níveis ideais.

A bomba submersa trabalha coberta por água limpa, deste modo sua carcaça é muito resistente. 

Além disso, tem sistema de refrigeração a óleo e rotor de termoplástico, o que possibilita seu eficiente desempenho. Outras vantagens são:

  • Alto rendimento;
  • Menor consumo de energia (no mercado você encontra modelos que usam energia solar para funcionar);
  • Praticidade de instalação;
  • Não exige manutenção complexa.

Para seu pleno funcionamento é necessário fazer a instalação elétrica de forma correta, bem como instalar tubulação de recalque apropriada.

A marca que se destaca na produção de bombas submersas é a Ebara.

2 – Bomba submersível (sapo)

A bomba sapo submersível é o modelo adequado para poços de menor profundidade. Normalmente, trabalha parcialmente dentro da água. Existe um limite de segurança indicando até que ponto pode ser mergulhada no poço.

Diferente da bomba submersa, a submersível pode bombear água de poços artesianos que ainda tenham partículas de areia, por exemplo.

Bomba Submersível Sulzer
Bomba Submersível Sulzer

Os benefícios de escolher esse tipo de motobomba são:

  • Não necessita de instalação hidráulica, nem elétrica. Você só precisa utilizar uma mangueira ou tubo flexível para fazer o recalque. Para inserir o equipamento no poço, basta usar um cabo de aço para segurá-la.
  • A bomba submersível faz com que a água, em nível estático, se movimente, impedindo o desenvolvimento de lodo nas paredes do tubo para poço artesiano.

A desvantagem é que ela não serve para poços com pequenos diâmetros.

A Sulzer, Schneider e Dancor são fabricantes referências das motobombas submersíveis.

3 – Bomba ejetora

Mais aproveitada em poços semiartesianos. Trata-se de uma bomba centrífuga capaz de puxar água de grandes profundidades.

Seu funcionamento depende de dois tubos: 1 de sucção e 1 de pressão. Também tem 1 bico injetor que emite uma pressão para dentro do poço artesiano, produzindo um forte jato, que impulsiona a sucção da água.

A bomba ejetora trabalha na superfície. É necessário construir uma “casinha” para proteger sua carcaça e toda a instalação elétrica.

Sua principal vantagem é a presença de um manômetro, que serve para indicar o nível de água no poço.

Bomba Ejetora Dancor
Bomba Ejetora Dancor

A Dancor é a marca que fabrica modelos de bombas ejetoras de qualidade e acessíveis.

Descubra a diferença entre a bomba submersa e submersível!

Como funciona uma bomba d’água de poço?

Conforme você viu no tópico anterior, cada modelo de bomba de água tem uma maneira de operar. No entanto, o esquema básico das bombas para poços é estruturado da seguinte forma:

  • O equipamento deve ser instalado ou posicionado de acordo com as instruções do fabricante;
  • A bomba nunca deve ser ligada sem a indicação de água no poço (mesmo o formato submersível);
  • O líquido bombeado deve seguir por tubulação de recalque até um reservatório, ou para sistemas de irrigação, por exemplo;
  • Não se recomenda o manuseio enquanto a motobomba está em operação;
  • Caso o reservatório de armazenagem fique distante do poço, é necessário calcular a altura manométrica, para que o equipamento não perca sua capacidade de pressão.

Diferença entre Nível Estático e Nível Dinâmico

Outros aspectos que pesam no processo de como escolher bombas para poço artesiano, são os níveis dinâmico e estático. Conheça a diferença entre eles:

  • Nível dinâmico – é a altura que a água do poço fica durante o processo de bombeamento.
  • Nível estático – situação que ocorre quando poços artesianos ficam “parados”, ou seja, não estão em operação.

Esses limites são informados pelo profissional que realiza a perfuração do poço. Por meio de um teste de vazão é possível estabelecer tais níveis.

Conhecer esses limites é importante para dimensionar a bomba de água para poço artesiano.

Leia também: Descubra a melhor bomba para cada tipo de poço

Como escolher bombas para poço artesiano?

Abaixo você vai conferir quais pontos devem ser considerados na definição do melhor equipamento para você. 

1 – Qualidade da água

Em poços com água turva, como muitas partículas sólidas, não se recomenda a utilização de uma bomba submersa, por exemplo. Por isso a limpidez do líquido incide na sua decisão.

2 – Proteção do equipamento

Análise aspectos técnicos como material da carcaça, selo mecânico, vedação, sistema de refrigeração e IP. As bombas para poços são resistentes, porém, é preciso ter atenção a esses detalhes.

3 – Assistência técnica e garantia

Verifique se em sua região há um atendimento técnico da marca que você vai escolher. Assim, não terá dificuldade para fazer as manutenções preventivas e corretivas desse tipo de equipamento. O tempo de garantia oferecido pelo fabricante é ponto forte.

4 – Dimensionamento poço artesiano

Você viu que é necessário conferir os níveis dinâmico e estático do poço. Da mesma maneira, tenha informações sobre o diâmetro e a vazão, elas auxiliam no momento da compra de sua motobomba.

Confira mais dicas de como escolher bomba para poço artesiano no vídeo abaixo.

São esses os passos de como escolher bombas para poço artesiano. No site da Mérito Comercial você encontra todas as marcas referências desse equipamento. Acesse para conhecer os melhores modelos.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.