Em algum momento da vida todos já enfrentaram a dificuldade de um chuveiro sem funcionar. Na maioria dos casos o problema pode ser resolvido com a troca da resistência. 

Naqueles dias frios, não há nada melhor que tomar uma chuveirada com uma boa pressão da água em uma temperatura agradável. Mas, e se de repente o chuveiro elétrico para de funcionar, ou melhor, não libera os jatos quentes?

Na maioria das vezes, o problema central é com a resistência, uma peça pequena e removível localizada na parte interna do chuveiro. Trocá-la pode ser mais simples do que se pensa.

Você sabe como trocar a resistência do chuveiro? Acompanhe os passos de como substituir essa peça para continuar aproveitando um relaxante banho quente.

Leia também: Como aumentar a pressão do chuveiro com pressurizador de água 

O que causa a queima da resistência do chuveiro?

Bem, existem algumas explicações que ajudam a compreender esse tipo de defeito, são elas:

  • Fluxo de água: essa é a causa mais comum para a queima de chuveiros elétricos. A resistência precisa ter contato com a água para transformar energia elétrica em calor. Ao liberar um menor volume de água, por exemplo, a peça opera com sobrecarga, e trabalhando assim por muitos dias, a resistência queima.
  • Posição das espiras: esse componente do chuveiro é formado por espiras (voltas da espiral), e basta que elas se toquem para acelerar o desgaste.
  • Mudança de temperatura: usar o seletor para alterar a temperatura da água enquanto o chuveiro está ligado é outra ação que faz a peça queimar. A recomendação é sempre mudar do “verão” para o “inverno” com o chuveiro desligado.
  • Entrada de ar: tubulações com entrada de ar que impedem a circulação d’água também provocam danos na resistência.
  • Qualidade da resistência: substituir esse tipo de peça por uma marca de qualidade inferior (que não é a original) também oferece risco certo de desgaste antecipado. Então, se você perguntar “posso colocar qualquer resistência no chuveiro”, a resposta é não, instale sempre da mesma marca.

Essas são as principais causas para um chuveiro queimado. Com isso em mente, vamos aos passos de como trocar a resistência do chuveiro.

Você também pode se interessar: Banheiro com piso de madeira: Cuidados antes e depois da instalação 

Passos de como trocar a resistência do chuveiro

Passo 1: Primeiramente, só compre resistências elétricas de marcas de confiança, e que sejam compatíveis com o chuveiro.

Passo 2: Desligue o disjuntor (conectado na parte elétrica do chuveiro) e use equipamentos de proteção adequados para evitar acidentes (calçados com sola emborrachada, por exemplo).

Passo 3: Desenrosque a tampa do chuveiro com cuidado para não danificar o braço do aparelho. 

Passo 4: Separe o disco do crivo. Aqui, é recomendado limpar o crivo, pois o mesmo acumula sujeiras trazidas pela água. Você pode usar uma escova ou até mesmo palito de dentes para desobstruir os furos.

Passo 5:  Agora você verá a resistência. Retire-a com cuidado e lembre-se de observar a posição original que a peça está instalada, pois você deve inseri-la da mesma maneira.

Passo 6: Coloque novamente a tampa e ligue o chuveiro por alguns segundos para eliminar o ar da tubulação.

Passo 7: Ative o disjuntor e religue o chuveiro para verificar se a água esquenta. Se estiver funcionando normalmente, a instalação obteve êxito.

Você viu que as etapas de como trocar a resistência do chuveiro são simples. Entretanto, é necessário ter paciência e cuidado ao manusear a peça que será substituída.

Caso danifique as espiras, por exemplo, a resistência vai queimar rapidamente. E como você vai trabalhar de baixo para cima (devido a posição do chuveiro) é preciso atenção para encaixar bem o componente.

A recomendação é deixar o piso do box enxuto e utilizar uma escada com calços de borracha para não trepidar nem escorregar durante a substituição.

Aprenda mais: Ducha ou chuveiro, qual é o melhor?

Quais os tipos de resistência de chuveiro?

Visto os passos de como trocar a resistência do chuveiro, é necessário conhecer pontos de como definir qual é a compatível com seu aparelho.

Isso é importante, pois cada tipo de peça é desenvolvido para suportar uma carga elétrica específica.

Assim, dois quesitos básicos precisam ser verificados na escolha entre os modelos de resistências:

  • Potência (medida em watts): varia de 3200w até 7500w. 
  • Voltagem: disponível em 127v e 220v.
  • Código: algumas marcas especificam um código para cada chuveiro que fabricam. A resistência de um chuveiro Lorenzetti Maxi Ducha Ultra, por exemplo, é desenvolvida com potência de 3200w a 5500w, voltagem de 127v e 220v e é diferenciada pela numeração 065 (que se categoriza pelas letras A, B, J, Q e R).

As maiores potências atendem, na maioria das vezes, os chuveiros elétricos que tem 3 temperaturas. Na produção desse tipo de componente se utiliza Ferro, Cromo e Alumínio.

No mercado as principais fabricantes de resistência são:

  • Lorenzetti – fabrica produtos para todos os seus modelos de chuveiros e torneiras. Suas resistências podem ser usadas por outros aparelhos.
  • Astra – tem peças que servem para seus chuveiros, e que também são compatíveis com outras marcas.
  • Cardal – desenvolve resistências mais robustas para chuveiro e aquecedor.

Portanto, agora você tem os passos certos para saber como trocar a resistência do chuveiro. No site da Mérito Comercial você tem acesso a peças de qualidade e procedência, que ajudam você nesse tipo de tarefa. Confira nosso catálogo de chuveiros e duchas!

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *