A roda d’água continua sendo um equipamento bastante usado para solucionar problemas de abastecimento em áreas rurais. E, atualmente, é possível atrelar ao seu funcionamento uma bomba para roda d’água. Saiba mais sobre esses mecanismos nesse texto.

Ela funciona da seguinte forma, ela tem canecas ou pás que captam a água. A força da água move ás canecas ou pás que que fazem com que aconteça a rotação por conta do eixo da roda.

A instalação da roda d’água é feita próxima a uma pequena queda do riacho para que possa acontecer a rotação.

Um dos desafios para os produtores do campo é o abastecimento de água. É comum muitas propriedades rurais terem em seus domínios açudes, riachos, rios, lagoas, etc. Teoricamente ter um espelho d’água garantiria as necessidades do local.
Mas, é necessário ter os equipamentos certos para bombear a água para reservatórios que irão suprir as demandas da propriedade. Um dos mais conhecidos é a roda d´água ou roda hidráulica.
O sistema de abastecimento com a roda d´água pode ter uma capacidade de bombeamento em até 10km de distância. Ou seja, ideal para grandes plantações, sistemas de irrigação, pecuária, avicultura é até uso doméstico.

O que é uma roda de água?

Trata-se de uma máquina que por meio dos movimentos giratórios, aciona um sistema de bombeamento de água de um manancial, rio, represa, etc. até uma caixa de água, cisterna e reservatório.
A roda é dotada de canecas que serão responsáveis pelo giro; o equipamento é instalado próximo a uma pequena queda do riacho, que será movida de acordo com o fluxo do líquido, e acionará a bomba para roda d’água.
É a solução para transportar água em grandes distâncias, sem precisar o uso de energia elétrica. Toda a estrutura para operar esse maquinário é acessível, e simples, sem a necessidade de obras.
Para formar um conjunto de captação de água dessa natureza são utilizados os seguintes equipamentos e acessórios:

  • Uma roda d’água
  • Uma bomba de roda d’água
  • Suporte ou cavalete
  • Filtro de sucção
  • Kit de conversão
  • Parabolt ou haste
  • Válvulas
  • Tubos
  • Conexões hidráulicas

Esse conjunto é posicionado numa base de alvenaria, no será fixado o suporte. Isso é importante, pois a questão do nível é fundamental para aproveitar a queda d’água. Considere instalar o conjunto num local de fácil acesso, pois será mais prático realizar qualquer tipo de intervenção dos equipamentos.

Etapas para instalação da roda de água

Para definir os equipamentos que devem ser usados numa determinada propriedade, é necessário realizar algumas medições do terreno. Dessa forma, pode se identificar quais serão os modelos, dimensões e capacidade das rodas e bombas que devem ser instaladas.
Entre esses levantamentos estão:

  • Altura da queda – distância que considera a queda de água (que impulsionará a roda) da represa até o local onde ficará a roda d’água. Devem ser mensurados tanto o comprimento quanto à altura. Essa medida será importante para definir o tamanho da roda.
  • Altura de bombeamento – diferença da distância e desnível do local onde serão posicionadas a roda d’água até o ponto onde ficará o reservatório. Aqui se terá a noção do tamanho da tubulação que será usada, e se haverá necessidade de corrigir partes dos desníveis no terreno.
  • Vazão de acionamento – medida que apontará o volume necessário para acionar a roda de água. Um processo muito usado para isso, é canalizar uma parte do caminho do riacho, rio, lago, etc., e utilizar um balde de medição para saber a quantidade de litros por segundo desse espelho de água. Com ajuda de um cronômetro, se acompanha o enchimento do balde (por 3 vezes), soma-se o resultado e divide-se por 3. Esse quociente é para ser divisor da quantidade total de litros aparados. Veja um exemplo:

1 – Quantidade de litros do balde – 3
2 – Tempo do primeiro balde – 1,50 s
3 – Tempo do segundo balde – 2,01 s
4 – Tempo do terceiro balde – 1,60 s
5 – Soma dos tempos – 4,11 s / 3 = 1,37
6 – Total de água aparada – 9 litros / 1,37 = 6,5 (essa é a vazão de acionamento)
Com essas medições poderá seguir no projeto de instalação da roda de água, e aproveitar todas as suas vantagens, confira as principais a seguir.

Benefícios da roda de água

Depois que o conjunto bomba e roda de água estiverem devidamente instalados e funcionado, o produtor verá o quanto o sistema é eficaz e econômico. Entre os benefícios mais conhecidos estão:

  • Redução de gastos com energia elétrica – O sistema de roda de água trará para a residência uma economia no consumo de energia elétrica, considerando que o seu acionamento e funcionamento é feito por meio da energia potencial gerada pela água.
  • Durabilidade – todos os equipamentos utilizados são muito resistentes. As rodas d’água são fabricadas, por exemplo, em aço carbono e ferro fundido. Mesmo sendo máquina de simples funcionamento, todas as peças que compõem o sistema são elaboradas a partir de inovadores recursos tecnológicos.
  • Processo sustentável – o impacto ambiental é inexistente. Não é necessário desmatar área; a mata ciliar não é afetada; não há manuseio de combustíveis fósseis. Para quem precisa atrelar a produção a medidas sustentáveis, é a melhor opção.
  • Não precisa de muita água para funcionar – a roda de água gira sem necessidade de grandes quantidades. E mesmo com pequeno volume de vazão, o funcionamento do equipamento não é comprometido. O que faz a diferença nesses mecanismos é o diâmetro da roda: quanto maior, menor a quantidade de água para funcionar.
  • Baixo custo de instalação e manutenção – todo processo é bem simples, então até mesmo o proprietário da área poderá realizar a instalação. Claro, que se não sentir confiança, pode contratar um profissional com experiência. Já em relação a manutenção, bastará seguir um calendário de preventivas, que os equipamentos durarão por muito tempo.

Alguns cuidados com a roda de água

É preciso seguir alguns cuidados para que o sistema que envolve uma roda hidráulica funcione sem problemas. Veja algumas recomendações:

  • Não tente parar a roda com pedaços de madeira, ferro, etc.; para isso existe pinos próprios para isso.
  • Verificar sempre a qualidade das águas bombeadas. O sistema para bomba, por exemplo, pode ser comprometido se a água estiver com sujeiras.
  • O local de instalação dos equipamentos não pode ser susceptível a enxurradas, ou ação das chuvas.
  • Observe todas as condições de funcionamento da bomba para roda d’água. Elas têm limites de rotação por minuto.

Seguindo essas dicas seu sistema de bombeamento a partir de bomba para roda d’água funcionará plenamente. Como vimos, todos os equipamentos empregados no conjunto são de grande eficiência e repletos de qualidades.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *